• Silvério Karwowski

Planejamento para a clínica- É mesmo necessário?

*Por Silverio Karwowski



Toda pessoa que termina sua faculdade tem sonhos, tanto para sua vida pessoal quanto para sua vida profissional e você não é diferente delas. A questão principal torna-se então o que você deve fazer para realizar esses sonhos, ou seja, como obter sucesso com a profissão escolhida e como fazer para que ela dê suporte para realizar os sonhos pessoais.


Considerando que você está escolhendo ou escolheu tornar-se psicólogo clínico, é importante que sua prática profissional seja eficaz o suficiente para lhe dar o retorno financeiro necessário para você viver - e viver bem - da sua prática de consultório.


"Aqueles que estiverem mais preparados, e isso inclui o planejamento, estarão em mais condições que os outros, pois saberão o que terão que enfrentar e quais as habilidades que precisam desenvolver para superá-las"

Nesse ponto, preciso considerar que, sendo o clínico um profissional liberal, a gestão do consultório e a gestão da carreira se interseccionam e muitas vezes se confundem: há momentos em que a gestão da carreira será também a gestão da clínica. Os especialistas em desenvolvimento profissional são unânimes em afirmar a importância de um bom planejamento de carreira e, por conseguinte, posso afirmar também da importância de um bom planejamento da clínica.



Nesse post

Você encontrará as considerações sobre a importância de se fazer um planejamento, especificamente naquilo que está relacionado com a prática da psicologia clínica de consultório.


Conheço uma quantidade razoável de ex-alunos muito bons tecnicamente que, ao ingressar na carreira clínica desistiram depois do primeiro ano, muitas vezes ressentidos, afirmando que “clínica não dá dinheiro”, não é possível se viver da clínica e toda uma sorte de afirmações que revelavam seu ressentimento com o fracasso da área escolhida. A verdade que essas pessoas não planejaram com clareza sua clínica e assim, acabaram por desistir da área.

CONHEÇA NOSSO CURSO SOBRE A ESTRUTURAÇÃO E MANUTENÇÃO DO CONSULTÓRIO: CAPTAÇÃO DE CLIENTES, MANEJO DA RELAÇÃO E MAIS!


Considerando que você está escolhendo ou escolheu tornar-se psicólogo clínico, é importante que sua prática profissional seja eficaz o suficiente para lhe dar o retorno financeiro necessário para você viver - e viver bem - da sua prática de consultório.


Seis vantagens de se fazer um bom planejamento

Nesse momento você deve estar se perguntando: mas o que é mesmo o planejamento da clínica? Planejar a prática clínica nada mais é que delimitar onde você quer chegar com sua atuação e quais os recursos necessários para se atingir seus objetivos, considerando onde você está e também o que precisa fazer para desenvolver novos recursos ou habilidades.


1. Sair do intuicionismo

Gostaria de contribuir para desfazer uma confusão que os psicólogos clínicos normalmente tem ao se depararem com qualquer assunto de planejamento ou gestão: achar que a proximidade com o tema irá conduzi-los necessariamente à área administrativa ou à área de RH, especificamente, tema que não é do seu interesse e que muitas vezes causa repulsa instantânea. É muito importante frisar que planejar e gerir o plano é uma habilidade que todo e qualquer ser humano precisa desenvolver para atingir seus objetivos, independente do que faça ou onde esteja. Então, um chef de cozinha planeja, um advogado planeja, uma dona de casa planeja (mesmo que não saiba que está fazendo planos), um médico planeja. E o psicólogo clínico também precisa planejar e desenvolver a habilidade de planejamento, em um sentido amplo: planejar a clínica como um todo, mas também e por exemplo fazer um plano de tratamento para cada paciente.


Se não há ser humano que não planeje, a diferença no caso em que estou mencionando aqui diz respeito a quanto o plano está bem estabelecido, ou seja, tem boas chances de dar certo ou não. Os planos baseados apenas na intuição, por mais que a intuição seja uma das maiores aliadas no trabalho clínico, são como pedras preciosas que, sem lapidação, não atingem o valor necessário para levar aos resultados esperados. O plano necessita ser pensado e revisado, para que seu dono não caia no intuicionismo, ação baseada apenas na intuição sem levar em conta outros fatores intervenientes e importantes que podem levar a pessoa a um caminho diferente e, às vezes, contrário ao que ela deseja.


"Um chefe de cozinha planeja, um advogado planeja, uma dona de casa planeja (mesmo que não saiba que está fazendo planos), um médico planeja. E o psicólogo clínico também precisa planejar e desenvolver a habilidade de planejamento"

2. Ter clareza de objetivos e metas

O profissional que planeja estabelece com clareza onde quer chegar e o que quer obter. O estabelecimento claro de objetivos permite a você não se perder no meio do caminho, focando naquilo que é mais importante e deixando de lado elementos que vão distraí-lo, evitando que demore mais ou até mesmo não chegue onde quer.


Nesse sentido, o clínico precisa saber exatamente o que pretende com sua profissão, e ter os critérios claros para mostrar a ele que atingiu seus objetivos.





3. Aumento do autoconhecimento

Conhecer-se é um dos quesitos fundamentais para se tomar decisões mais acertadas, pois você saberá como age e reage diante de diversas situações, além de saber o que quer e o que não quer para si.


Ao fazer um planejamento você poderá descobrir: não querer aspectos que achava querer; não possuir características que pensava ter (ou o contrário); precisar desenvolver novas habilidades ou aprimorar outras; possuir recursos que não sabia ter e que pode utilizá-los em seu favor; áreas de atuação que você pode entrar; e muitas outras coisas…


O autoconhecimento, como todo clínico sabe, é um dos quesitos mais necessários para se chegar onde quer, para relacionamentos mais saudáveis e para fazer a distinção entre o que lhe faz bem e o que não faz.


4. Melhor preparo para enfrentar o mercado

Com o aumento de faculdades de psicologia, um grande número de psicólogos está sendo formado e, a prática de consultório é aquela de mais livre acesso, pois não precisa nenhuma contratação e não depende de provas ou concursos para seu exercício. Sendo assim, uma grande parte dos profissionais arrisca-se na clínica. Aqueles que estiverem mais preparados, e isso inclui o planejamento, estarão em mais condições que os outros, pois saberão o que terão que enfrentar e quais as habilidades que precisam desenvolver para superar as dificuldades.


Ao planejar sua clínica você poderá, por exemplo, observar qual a área que a grande maioria de seus colegas prefere. A área de maior preferência também revela a área de maior concorrência. Assim você poderá optar: por não ir para a área, pois a concorrência ali é maior; por descobrir quais as habilidades mais importantes para estar nessa área, e também quais as habilidades normalmente negligenciadas, para investir nelas e assim tornar-se diferente de seus colegas.


5. Prever dificuldades

Uma outra vantagem do planejamento é que, ao imaginar onde você deseja chegar, pode também imaginar caminhos para chegar lá. Não é difícil descobrir que alguns caminhos têm mais dificuldades que outros, permitindo então se delimitar as dificuldades de cada um e listar as formas de superá-las.


Por exemplo, você entende que os números de suicídio em sua região são muito altos, e apesar do esforço de vários profissionais e serviços de saúde, a problemática tem se agravado. Entende então que poderá contribuir para a diminuição do problema, pois gosta do tema, o estuda com frequência e já atendeu pessoas com essa dificuldade. Seu objetivo final será mostrar às pessoas que você está apto para atendê-las, tanto no sentido de prevenir ações suicidas como também oferecer apoio terapêutico a pessoas e familiares que de alguma forma são atingidas pelo efeito dessas ações. A partir daí, pode então delimitar um planejamento de divulgação do seu trabalho e das consequências positivas dele. Ao optar pelos meios de divulgação poderá também estabelecer quais serão os fatores intervenientes: o que poderá impedir ou atrapalhar para que essa divulgação não ocorra.



6. Aumento de estratégias

Uma das grandes vantagens do planejamento é que, ao você delimitar seus objetivos, terá também que estabelecer as estratégias para atingi-los. Uma estratégia nada mais é que um passo-a-passo com finalidade de se chegar em algum lugar. O estabelecimento de uma estratégia fará com que você pense as dificuldades de sua execução, como eu já disse acima, e criar diversas outras alternativas ou mesmo mais eficazes que a primeira, fazendo com que você corrija seu rumo ou mesmo mude completamente, se necessário.


Sempre digo aos meus pacientes e alunos que é sempre melhor ter escolha que não ter. Quem não tem escolhas se sente em um beco sem saída, à mercê das poucas alternativas à disposição no momento. O pior dos becos sem sem saída, é que nos conduzimos a eles sem perceber, através de uma grande quantidade de pequenas escolhas mal-feitas. O aumento de estratégias implica na evitação de becos sem saída, de situações que não desejávamos e que não pudemos evitar.



Como planejar bem

Se você já está convencido da importância de se fazer um bom planejamento para sua clínica, deve estar se perguntando como fazer para que seu planejamento tenha sucesso, ou seja, para que traga a você a realização dos objetivos que traçou. No próximo blog pretendo falar um pouco a respeito de como fazer o planejamento, de forma que você possa se beneficiar o máximo possível desse procedimento. Até lá!



*Silverio Karwowski é psicólogo e licenciado em psicologia, mestre em psicologia clínica, psicoterapeuta e especialista em Gestalt-terapia.


Saiba como uma pós-graduação pode beneficiar sua carreira | Entenda o que realmente é uma pós-graduação e como pode ajudar a atingir seus objetivos | O psicólogo precisa realmente fazer pós-graduação?


#psicologia #pósgraduação #psico #psicologiaporamor #formação #psicologiapositiva #viverbem #saiadacrise #praticaclinica #psicologianapratica #clinicapsicologica #gestaoeconomica #carreiradepsicologo #sucessonaclinica #captacaodeclientes #contratoterapeutico


  • Google+ - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Black Facebook Icon

Rua João Regino, 474 - Parque Manibura - Fortaleza / CE - 085 3271-1692
© 2020 by IGC - Instituto Gestalt do Ceará